Pesquisa com famílias agricultoras usando aplicativo LiteFarm

Em conversas que temos realizado durante as reuniões para construir o Ecossistema Digital da Rede temos mencionado o aplicativo LiteFarm

Durante esse ano, a Universidade Federal de Santa Catarina, junto com outras organizações vem trabalhando num projeto de pesquisa que utiliza esse aplicativo para coletar dados sobre culturas.

Aqui uma mensagem que foi enviada no início do ano mencionando assuntos relacioandos com a pesquisa:

Convite: Trocas de conhecimentos sobre diversificação produtiva com PANCs e uso de app livre

A gestão de estabelecimentos agrícolas, especialmente para quem trabalha com uma alta diversidade, é uma tarefa complexa e onerosa. Para facilitar a gestão com maior rentabilidade e sustentabilidade socioeconômica e ambiental, algumas universidades públicas em parceria com agricultores familiares e técnicos têm desenvolvido o LiteFarm, um aplicativo de web de software livre com várias funcionalidades já sendo utilizadas:

  • Gerenciamento e atribuição de tarefas entre colaboradores;
    
  • Registro de cultivos e colheitas para acesso fácil posterior;
    
  • Acompanhamento do manejo: época de plantio, transplante e colheita;
    
  • Criação de mapa digital do estabelecimento, p.ex. para certificação;
    
  • Registro de receitas e despesas, e acompanhamento do saldo total;
    
  • Monitoramento da lucratividade;
    
  • Organização de informações dispersas para controlar problemas;
    
  • Planejamento com operações agrícolas mais previsíveis, simplificadas e rentáveis;
    
  • Acompanhamento da satisfação laboral, etc.

O LiteFarm é uma iniciativa sem fins lucrativos desenvolvida com base no princípio da soberania de dados, o que significa que os usuários permanecem donos de seus dados, podendo optar por compartilhar ou não os seus dados a qualquer momento e se concordam os dados serão usados somente para fins de pesquisa sem fins lucrativos. Ou seja, os dados não são monetizados, nem cedidos para governos nem empresas.

O LiteFarm já vem sendo usado por mais de 2400 pessoas em 115 países, e várias organizações de ATER na América Latina estão aprimorando as funcionalidades. No Brasil o CEPAGRO, CETAP, MMV e a UFSC também estamos pesquisando funcionalidades para facilitar a diversificação produtiva, incluindo o reconhecimento, beneficiamento e comercialização de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs).

Jeff e Ana Clara da nossa equipe seguirão visitando agricultores interessades em janeiro/fevereiro de 2023, fazendo levantamentos amplos de plantas alimentícias com potencial subaproveitado (junto com um breve questionário) e em abril/maio entregarão para as famílias participantes informações práticas de como o aproveitamento de plantas poderia ser diversificado, com ou sem uso do aplicativo LiteFarm (resultados da pesquisa).

Caso conheça algum(a) agricultor(a) ou técnico/a que talvez queira participar dessas trocas, favor faça contato. Muito obrigado!

Mais informações:

litefarm.org

Vídeos curtos em português que mostram como funciona o app Litefarm

Laboratório de Ecologia Aplicada (LEAp-UFSC - Florianópolis)

Rede de Sistemas Agroflorestais Agroecológicos do Sul do Brasil (Rede SAFAS)